Ator e produtor do filme `Deus Não está Morto´ morre nos EUA

1716 visualizações Comments
Russel-Wolfe

Russel Wolfe, produtor e ator no filme “Deus não Está Morto”, morreu aos 50 anos de idade, após ser diagnosticado e lutar contra a doença degenerativa esclerose lateral amiotrófica (ELA), conhecida como doença de Lou Gehrig. O filme co-estrelado por Russell se tornou a maior bilheteria do ano de 2014 no gênero fé.

Wolfe morreu no dia 27 de maio, em Scottsdale, Arizona (EUA). Ele produziu e co-estrelou o filme “God’s not Dead” (Deus não está morto), em 2014, que no gênero fé foi o filme que mais arrecadou no ano de seu lançamento.

Ele foi diagnosticado com ELA durante as gravações do filme, mas mesmo assim seguiu em frente com o longa, que trata sobre o tema fé. “Como um dos fundadores da Pure Flix, Russel sempre representou a visão de impactar positivamente a nossa cultura para Cristo. Ele fez isso de uma forma consistente ao longo de sua obra, vida e os relacionamentos”, disse David AR White, sócio da Pure Flix. E acrescentou que: “Trabalhar ao lado de Russell foi uma honra e nos fará muita falta”.

A Pure Flix, empresa fundada em 2005 para produzir conteúdos cinematográficos sobre a fé em Deus, até agora já filmou e distribuiu quase 100 filmes dedicados à família.

Até o dia de sua morte, Russell Wolfe continuou trabalhando, sempre com o apoio de sua família, a sua fé e os cuidados médicos, em especial na produção do “God’s not Dead 2″ (Deus não está morto 2), que tem previsão para lançamento em 2016.

Russell, em depoimento em fevereiro deste ano, declarou a um periódico local o que sentiu quando viu o diagnostico da doença. “Eu olhei para o meu diagnóstico como uma oportunidade para ficar na minha fé, e ver como Deus ia usar isso para Sua glória… E como um lembrete de que Deus é bom o tempo todo”.

Revista Comunhão